Siga através do seu e-mail!

domingo, 28 de outubro de 2012

Advogada Abolicionista participa de programa no canal Futura

Íntegra do Programa "Sala em Debate", no Canal Futura, que contou com a participação da Advogada Vegana Bianca Turano, no Youtube:






Bloco 2: http://www.youtube.com/watch?v=cZ24bahx0ec&feature=youtu.be (bloco onde a advogada aparece, em meio às sementes, frutas e orgânicos, para linkar hábitos e direitos animais);



Matéria a respeito, feita pelo Vista-se:

Para quem não assistiu pela TV, o Programa será reprisado no dia 28/10, às 23h, domingo.

Encontre a ração FRI-DOG no Rio de Janeiro


Serena: alimenta-se de FRI-DOG há cerca de 7 anos.
FRI-DOG é uma opção praticamente vegetariana para os cães que moram com você.

Quase porque uma das vitaminas da Fri-Dog, qual seja, a vitamina D3, é de origem animal, informação dada por um dos seus gerentes, ao informar que a citada vitamina é sintetizada a partir de lã de ovelhas, o que é um absurdo! Mas é melhor para o cachorro e para você comprar a Fri Dog, sem sombra de dúvidas.

PARA ENCONTRAR A FRI-DOG, NO RIO DE JANEIRO:

 Em Copacabana: - Pet Shop Trick Nick.

 Rua Barata Ribeiro, 639, loja D, Copacabana,

perto da Rua Constante Ramos. 2235-2533 .

Na TijucaDOGLANDIA - RUA HENRY FORD 205 lj B/E telefones 2268 9864 2571 2056    TIJUCAwww.doglandiatijuca.com.br // doglandiatijuca@uol.com.br


Aqui, disponibilizamos o link do livro "Cães Veganos - Nutrição com Compaixão":



Associação de Nutrição Vegana para cães:

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Neurocientista afirma que animais têm consciência

Em 7 de julho de 2012, foi realizada uma Conferência, em Cambridge, a reunir neurocientistas renomados de todo o mundo, com o intuito de assinar um MANIFESTO, ou seja, um comunicado oficial, que afirma a existência de CONSCIÊNCIA em todos os mamíferos, aves e em outros indivíduos, incluindo os moluscos e polvos.

A pesquisa foi encabeçada pelo neurocientista PHILIP LOW e contou com a presença de STEPHEN HAWKING.

PHILIP LOW afirma que, depois dessa descoberta, pretende virar VEGETARIANO.

Leia a entrevista a respeito, publicada na VEJA:

"Quais animais têm consciência? Sabemos que todos os mamíferos, todos os pássaros e muitas outras criaturas, como o polvo, possuem as estruturas nervosas que produzem a consciência. Isso quer dizer que esses animais sofrem. É uma verdade inconveniente: sempre foi fácil afirmar que animais não têm consciência. Agora, temos um grupo de neurocientistas respeitados que estudam o fenômeno da consciência, o comportamento dos animais, a rede neural, a anatomia e a genética do cérebro. Não é mais possível dizer que não sabíamos.

É possível medir a similaridade entre a consciência de mamíferos e pássaros e a dos seres humanos? Isso foi deixado em aberto pelo manifesto. Não temos uma métrica, dada a natureza da nossa abordagem. Sabemos que há tipos diferentes de consciência. Podemos dizer, contudo, que a habilidade de sentir dor e prazer em mamíferos e seres humanos é muito semelhante.

Que tipo de comportamento animal dá suporte à ideia de que eles têm consciência? Quando um cachorro está com medo, sentindo dor, ou feliz em ver seu dono, são ativadas em seu cérebro estruturas semelhantes às que são ativadas em humanos quando demonstramos medo, dor e prazer. Um comportamento muito importante é o autorreconhecimento no espelho. Dentre os animais que conseguem fazer isso, além dos seres humanos, estão os golfinhos, chimpanzés, bonobos, cães e uma espécie de pássaro chamada pica-pica.

Quais benefícios poderiam surgir a partir do entendimento da consciência em animais? Há um pouco de ironia nisso. Gastamos muito dinheiro tentando encontrar vida inteligente fora do planeta enquanto estamos cercados de inteligência consciente aqui no planeta. Se considerarmos que um polvo — que tem 500 milhões de neurônios (os humanos tem 100 bilhões) — consegue produzir consciência, estamos muito mais próximos de produzir uma consciência sintética do que pensávamos. É muito mais fácil produzir um modelo com 500 milhões de neurônios do que 100 bilhões. Ou seja, fazer esses modelos sintéticos poderá ser mais fácil agora.

Qual é a ambição do manifesto? Os neurocientistas se tornaram militantes do movimento sobre o direito dos animais? É uma questão delicada. Nosso papel como cientistas não é dizer o que a sociedade deve fazer, mas tornar público o que enxergamos. A sociedade agora terá uma discussão sobre o que está acontecendo e poderá decidir formular novas leis, realizar mais pesquisas para entender a consciência dos animais ou protegê-los de alguma forma. Nosso papel é reportar os dados.

As conclusões do manifesto tiveram algum impacto sobre o seu comportamento? Acho que vou virar vegano. É impossível não se sensibilizar com essa nova percepção sobre os animais, em especial sobre sua experiência do sofrimento. Será difícil, adoro queijo.

O que pode mudar com o impacto dessa descoberta? Os dados são perturbadores, mas muito importantes. No longo prazo, penso que a sociedade dependerá menos dos animais. Será melhor para todos. Deixe-me dar um exemplo. O mundo gasta 20 bilhões de dólares por ano matando 100 milhões de vertebrados em pesquisas médicas. A probabilidade de um remédio advindo desses estudos ser testado em humanos (apenas teste, pode ser que nem funcione) é de 6%. É uma péssima contabilidade. Um primeiro passo é desenvolver abordagens não invasivas. Não acho ser necessário tirar vidas para estudar a vida. Penso que precisamos apelar para nossa própria engenhosidade e desenvolver melhores tecnologias para respeitar a vida dos animais. Temos que colocar a tecnologia em uma posição em que ela serve nossos ideais, em vez de competir com eles."

A íntegra, em inglês, do manifesto que afirma a existência da consciência em todos os mamíferos, aves e outras criaturas, como polvos.
http://fcmconference.org/img/CambridgeDeclarationOnConsciousness.pdf

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Liminar proíbe realização de rodeios durante a XVI ExpoSeropédica 2012


Em decisão liminar, deferida em Ação Popular elaborada pelos advogados veganos Bianca Turano e Leandro Frota, na ExpoSeropédica deste ano não haverá rodeio.
A Ação, que tramita na 10ª Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital, contou com a importantíssima participação do grupo abolicionista da UFRRJ, KATUMBAIA, e da Frente Abolicionista de ROdeios – FARO, que vêm monitorando os rodeios desde 2009 e elaboraram farto material probatório, a demonstrar atos de abuso e maus-tratos em face de indivíduos não-humanos.
Ontem, 11 de outubro, procuradores do Município estiveram no plantão judicial para recorrer da decisão liminar, mas não obtiveram êxito. A decisão liminar foi mantida. RODEIO PROIBIDO.
A decisão liminar impõe multa de R$10.000,00 para cada descumprimento por parte dos réus.

VITÓRIA ABOLICIONISTA!
Veja a íntegra da Decisão abaixo:

Decisão
Trata-se de ação popular proposta em face do Exmo. Sr. Prefeito do Município de Seropédica, da Exma. Sra. Presidente do Instituto Estadual do Ambiente – INEA e da empresa organizadora do evento, onde requer, no mérito e liminarmente, a não ocorrência de atividades de rodeio e congêneres durante a XVI EXPO SEROPÉDICA 2012, em virtude de maus-tratos a que são submetidos os animais utilizados, bem como não possuir autorização dos órgãos competentes para tanto. A inicial veio instruída pelos documentos de fls. 43/64. No juízo de cognição sumária, entendo que estão presentes os requisitos autorizadores da liminar requerida, senão vejamos. O fumus boni iuris é retirado da ausência de preenchimento de requisitos legais, em especial da ausência de licença para a realização do Rodeio, nos termos da Lei nº 10.519/2002, bem como os fortes indícios de maus tratos a que os animais são submetidos, como é cediço nos eventos de natureza similar, o que deve ser refutado pelo Poder Judiciário, ante a possível perpetração de crime ambiental, nos termos dos artigos 32 e 60 da Lei 9.605/98. O periculum in mora também resta evidente diante da iminência da realização do Rodeio que se inicia no dia 10.10.2012, e também da irreversibilidade da ocorrência de eventuais maus tratos dos animais que dele participarem. Ante todo o exposto, defiro a liminar requerida pelo autor para determinar a não realização por parte do Município de Seropédica de atividades de rodeio e congêneres durante a festa XVI EXPO SEROPÉDICA 2012, noticiado nos meios de comunicação locais (fls. 49 e 58), programado para os dias 10 a 14 de outubro do corrente ano, bem como se abstenha de promover quaisquer outros da mesma natureza, sob pena de multa no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por evento realizado. Outrossim, fixo, ainda, multa no valor de R$10.000,00 (dez mil reais) por cada violação às normas da Lei nº 10.519/2002 e da Lei 9.605/98. Citem-se e intimem-se. Oficie-se à Prefeitura de Seropédica e ao Batalhão da Polícia Florestal competente, comunicando-se a presente ordem.

Por uma cultura de respeito. Procurem agir em suas cidades, a fim de abolirmos esta prática  odiosa de todo o território nacional.